>Confraternização do Escritório (Publicada em 15/9/2007)

>

O Guia de Sobrevivência ao Natal em Família, aqui do nosso blog, saiu na frente inclusive da Veja e do Fantástico. “Toma-te”!
Essa é a época de confraternizações, das mais improváveis, e isso exige bom humor, afinal, sorrir só faz bem. Voltemos a festinha, então.
É certo que seria melhor você estar em férias, mas agora é tarde.
Vai fazer o quê, santa? Sair mais cedo? Vai pegar mal. Relaxe, são só duas horinhas.
Bom…Não esqueça de seguir as regrinhas.
Pontualidade: mais importante que a hora de chegar é a de sair. Nunca seja o último, muito menos o primeiro a enfiar o pé no balde. Amanhã, só lembrarão desses dois.
Roupas: vá como os demais. Estar muito sexy numa ocasião dessas, é cortejar o perigo e deixar o chefinho mais afoito.Ou arranjar uma clientela nada agradável, meu bem!
Bebida: calma! Nada pior do que um pileque entre amigos ocultos ou inimigos declarados.Ou vice e versa, tanto faz.
Se estiverem filmando, esqueça. Fique no suco de acerola, é mais saudável.
E pelo amor de Deus, não amarre a gravata na cabeça, você não é o Rambo nem o Daniel-san, viu gafanhoto? Gafanhoto? Acorda , Gafanhoto!
Network: aproveite para manter a rede de contatos. Cumprimente principalmente os que fingem que você já foi exonerado. Mostre que apesar da torcida contra, você vai sobrevivendo.
Lembre que, mesmo depois de tomar todas, seu chefe continuará sendo seu chefe, quando se livrar da manguaça. E vai ficar invocado, se souber que você colou um cartaz nas costas dele.
Romances: os grudentos, (aqueles que falam pegando nas suas mangas e parecem testar o tecido das suas roupas), nessas festas, costumam piorar. Mantenha o amigo gay ao lado, ele sempre será a sua melhor companhia!
Só as mulheres correm riscos? Ledo engano. Aquela senhora encalhada, que vive suspirando, vai estar cheia de amor para dar… pra você, é claro!
Vai querer? Então…
Fique ao lado da colega com o amigo gay, que são os mais felizes da festa. Assim, ninguém sabe quem está comendo quem e você se livra da marcação.
Se acontecer “um clima”, melhor não deixar pistas. Quando a ressaca acabar, vai ser mais fácil negar. E negue, querido, negue até a morte!
Amigo Oculto: não tenha expectativas. Um cd de pagode ou uma gravata do Mickey podem não ser sua paixão, mas releve, afinal, poucos vão acabar satisfeitos, mesmo.
Amigo oculto é a forma de garantir que as pessoas que não se gostam muito, se gostarão menos ainda, depois do natal.
Comida: a torta americana de bacalhau com batata palha, nem é tão ruim. O problema é que é obvia. E a Floresta Negra da mãe da telefonista, você já conhece de outros carnavais. Quer dizer, de outros natais. Entre no clima e mate a fome, para agüentar o vinho de promoção que é uma porrada, mesmo: na hora você fica tonto , depois morrendo de dor de cabeça.
Elogie tudo, afinal, são sempre as mesmas vítimas que ficam com o abacaxi de providenciar a festa, e só por isso, já merecem um abraço.
Discurso: evite, ninguém presta atenção, mesmo. Não converse quando outros estiverem falando, em especial o seu chefe. Mantenha uma boa postura e concorde com a cabeça – isso, assiiiim…Balance a cabeça como se dissesse “verdade…”, feito vaca no presépio.Chefes adoram isso.
Dança: só o convencional, por favor. Nada de boquinha da garrafa, passarinho quer dançar ou a dança do sapo cururu. Isso não dá certo.
Karaoquê: pensando bem… Será que não dá para tirar férias, mesmo?

COMENTÁRIO ORIGINAL:

Anúncios

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s

%d blogueiros gostam disto: