Go!

De camisa e bandeira

“Não me indigno, porque a indignação é para os fortes; não me resigno, porque a resignação é para os nobres; não me calo, porque o silêncio é para os grandes. E eu não sou forte, nem nobre, nem grande. Sofro e sonho. Queixo-me porque sou fraco e, porque sou artista, entretenho-me a tecer musicais as minhas queixas e a arranjar meus sonhos conforme me parece melhor a minha ideia de os achar belos.
Só lamento o não ser criança, para que pudesse crer nos meus sonhos.                                                                                                    Eu não sou pessimista, sou triste.” (Fernando Pessoa)

Vira e mexe me deparo com o mestre a falar por mim. Algumas vezes, me encontro em cada palavra; noutras – raras, é verdade – tenho vontades de re-escrever, de tentar ajustar alguma coisa no contexto, como se fosse possível. Quem sou eu, para discordar?

Hoje deveria falar de Belém, até rascunhei um poema que gostaria de ouvir musicado e que ficará na gaveta, esperando, quem sabe, até os 400 anos. Poemas esperam.

Saiu a poesia e entrou a indignação, esse sentimento que não é para fortes, e sim nos torna não só fortes, como nobres e grandes.

Esqueceu-se o poeta que, sem indignação, pouco teria sido possível na história da humanidade, que exige mudanças, sempre.

Quero declarar-me indignada, ainda que minha voz, tão insignificante, se perca nos ruídos do dia a dia. Quero sentir-me nobre exatamente por não me resignar.

O Brasil vem se tornando um caos social e moral.

Black Blockers destroem a propriedade alheia e fica-se por isso mesmo. Daí todo mundo protesta e inferniza a vida dos demais.

Ônibus são queimados com gente – nós – dentro. E daí? A presidenta (ui) negocia com a oligarquia maranhense. Danem-se os demais.

Uma empresa aérea – a TAM – despeja paraenses em Macapá e São Luiz e diz aos passageiros que não pousa porque a pista molhada não oferece segurança. Espere um momento… Quem está falando a verdade? Existe perigo real e a TAM está certa ou a razão é outra? Quem devia esclarecer – Oi, Governo Federal? – não faz nada (só para variar) , não até o momento em que escrevo.

Enquanto isso, o povo doente se arrasta; o dinheiro some nas mega obras para a Copa do Mundo.

Copa. Muito importante essa coisa de futebol, não é mesmo?

Dá vergonha ver esse monte de obras mal feitas, despencando, deixando vítimas. Construções gigantescas e atrasadas, num pais que ainda precisa do básico. O que vão fazer com elas, depois de 13 de julho?

Fico aqui pensando o destino das eleições caso o Brasil vença a copa e, com a licença dos nobres resignados e dos grandes silenciosos, declaro minha torcida para a Inglaterra.

Essa pode não ser sua opinião, mas lembre-se que ainda estamos numa democracia. Quer dizer, eu acho.

Torcerei fer-vo-ro-as-men-te para que o time da Rainha consiga vencer a copa. Aliás, para que qualquer outra seleção saia campeã e o escrete canarinho  não logre, sequer, aquela vitória moral que só serviria aos interesses dessa gente que ganha bilhões enquanto o povo se endivida comprando televisores que mal cabem em suas paredes.

Chega de pantomima. Chega de pátria com chuteiras, pelo amor de Deus! Será que a gente só consegue ser Brasileiro de quatro em quatro anos?

Sou patriota, sim. Indignada, sim.

O Brasil tem uma última chance de corrigir essa rota que nos leva ao precipício, sem escalas ou guarda-corpos.

Depois disso, será o desmantelamento de tudo que signifique ordem, respeito e justiça social (de fato) ; o que virá será a anarquia revigorada, o banditismo chefiado por quem tem coragem de olhar-nos nos olhos e nos chamar de “meu povo”.

Alto lá, cara pálida. Eu não.

Senhora Presidenta, a senhora não me representa. Nem seu chefe.

Pronto, falei. Mesmo que você não queira, como dizia o Zagalo, vai ter que me engolir.

Go, England! Go!

Anúncios

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s

%d blogueiros gostam disto: