Para Clara e Maitê

Para Clara e Maitê

Não, João Carlos Pereira, não estou ‘retornando’ das minhas férias do teclado. Meus leitores – amigos que me estimulam – sabem que, lá pelas tantas, dou-me um tempo para apenas observar, sem a necessidade de dizer nada, de emitir qualquer opinião. Em um mês, os humores se acomodam e me oferecem a possibilidade de evitar meus próprios aperreios. Esse espaço – sagrado – não pode se tornar muro de lamentações. Então tá, é isso.

Mas voltei hoje por causa do Dia das Mães. Está certo, é uma data comercial, blá-blá-blá, mas todos nós a comemoramos; alguns com genuína felicidade, outros, por pura obrigação – o que não é meu caso.

A partir deste ano, não só o Dia das Mães, mas cada um deles, passou a ter um significado especialíssimo para mim e  para a nossa pequena e unida família. O milagre da vida está se renovando, e com ele, nossa própria disposição para a felicidade.

Ser feliz é uma escolha – e às vezes esquecemos disso e permitimos que terceiros decidam por nós…

Matheus e Verena, minha filha, aguardam a chegada de Clara e Maitê, duas meninas que já são nosso xodó desde os primeiros dias dessa gravidez que é um capricho da natureza, uma “mais velha” que a outra uns dois dias, se tanto.

Certa vez escrevi uma crônica dedicada aos netos que eu teria, um dia, se Deus assim o permitisse. Hoje, tenho tantas coisas a dizer que meu coração resolve crescer – com elas – e causar um efeito colateral que me enche os olhos d’água e me cala.

Pensamos que se pode ensinar tudo aos filhos – e netos – para que sofram menos e só conheçam alegrias. Lá no fundo, cada um de nós sabe que será impossível amparar todas as quedas, enquadrar o coleguinha que insiste em agredi-los, vigiar cantos escuros e esmurrar suspeitos. Talvez por isso, avós e tias bordem a oração do Santo Anjo em almofadas que deveriam ter GPS para que  todos os 72 anjos cabalísticos ficassem atentos, ainda mais que gêmeos têm fama de arteiros. De quebra, já as consagrei, por minha conta e risco, às Nossas Senhoras de Nazaré e Fátima, Santa Rita e Santo Expedito; acho que é uma boa equipe, para que se revezem conosco, nas atenções e cuidados.

Na pretensão de que posso ensinar alguma coisa além de misturar azul e amarelo para colorir um gramado de guache, resolvi, avó moderna que acho que sou, criar um blog secreto. Será um espaço que só elas, um dia, terão acesso para terem certeza do quanto foram e são amadas e como, de uma forma ou outra, modificaram nossas vidas – para melhor.

O essencial, que espero transmitir com exemplos e carinho é que amem a Deus sobre todas as coisas e jamais estejam longe D’Ele, que é Pai e a tudo proverá, sempre.

Que amem os animais como criaturas de Deus que merecem respeito. Falando em respeito, vale lembrar o que a gente aprendia e transmiti à Verena; os mais velhos, em particular aqueles velhinhos que vão ficando chatos (como os avós!) merecem carinho e paciência; lembrem que eles todos foram bebês, de pele macia e rosada – e esse é o futuro de todos nós.

Lembrem, minha doces jujubinhas, que em seus pais, reside a fonte de amor e confiança, que deve ser renovada para todo o sempre. É nela que vocês se alimentarão.

Um dia, as duas estarão a espera dos próprios filhos. Seria um milagre que vovô Henrique (que já caduca com vocês) e eu estivéssemos ao lado de cada uma, zelando com o mesmo cuidado, para que nossa pequena e tão amada família caminhe com o mundo. Seus pais estarão cumprindo esse ritual, devolvendo a vocês todo o amor e bênçãos que nos trouxeram desde aquele  novembro em que soubemos que Deus viria nos visitar.

Que Ele as abençoe, hoje, amanhã, sempre.

Feliz dia das Mães  a todos que sabem amar. É o que basta.

Anúncios

1 comentário (+adicionar seu?)

  1. anninhatorres
    maio 04, 2014 @ 14:53:11

    Que lindo tia Vera! Lindo mesmo…Feliz dia das mães para a sra e para a Verena também, que tenho certeza, tem sua vida transformada. Beijos, beijos e beijos.
    Ps.: beijos na tia Maria do Carmo também

    Responder

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s

%d blogueiros gostam disto: