Isola, pé de pato…

…Mangalô três vezes!

De repente, no melhor daquela festa ma-ra-vi-lho-sa, você fica mal humorada, implicando com tudo e todos, e nem se dá conta da razão.

A ‘melhor amiga’, está melhor do que devia. Quitou o apê, trocou o carro e ainda emagreceu uns quilinhos; não bastasse, circula no modelito que você tanto namorou mas não conseguiu “casar”. Que ódio!

Você começa a encontrar os defeitinhos da festa, como se a vida fosse uma eterna competição. “Os nossos Bem-casados estavam mais saborosos!” sentencia, tentando marcar um gol, meia década depois da “sua” festa.

Aliás, você estava cheia dessa Pollyana, que ri de tudo, parece muito bem, obrigada.

(Sabe-se lá de onde vem essa grana, que ela torra com roupas!)

Deu até vontade de derrubar o ponche, no vestidinho “nude” que a infeliz estreou, ofuscando a sua legítima Fendi – que ninguém notou. Ficou na vontade, mas foi difícil controlar. E ainda teve a co-ra-gem de dizer que você tem “um rosto tão bonito…”. Só gordas escutam isso, cretina! Cretina é forte, eu sei, mas ela é, e você tem certeza.

Um dia, ah, ela que aguarde, você ainda vai plantar uma notinha bem maldosa numa coluna beeem lida, vai ver só!

Dava para perdoar tudo, mas “isso”, never!

Sente-se melhor imaginando uma vingança.

Vingar-se de que, mesmo?

(Como? Você? Reconhecendo isso?)

Provavelmente a vodka tenha reanimando até recordações mais remotas, de uma época em que a outra era apenas aprendiz e você brilhava em espetáculo solo.

Nas brincadeiras de casinha, nos passeios de bicicleta e nas quedas naquele rinque de patinação, a amiga estava lá, pronta para rir das suas piadas, dar uma força quando o mancebo da vez não ligava. “Fazer o papo”, era assim que se dizia.

O que aconteceu com ela? Ela?

Na verdade, o que aconteceu com você, pensa com o coração apertado, uma vontade enorme de chorar quando alguém teve a infeliz ideia de colocar “Just Way You Are” para tocar. Que saudade de si mesma.

O que aconteceu com você, com a felicidade que queria tanto e não sabe onde perdeu?

Invejosa? Você? Imagina, santa!

A Inveja é um dos sete pecados capitais que a Igreja Católica identificou no Concílio de Trento (1545 a 1563), com o objetivo de estabelecer valores a serem adotados pelos católicos, ameaçados pelo crescimento do protestantismo.

O Papa Francisco, o mais “antenado” que já se viu, chamou atenção sobre o hábito de “fofocar”, que é um dos frutos (ou sintomas) da inveja.

Mas… Se você nunca sentiu inveja, ainda não nasceu.

O problema acontece quando ela comanda nossas emoções e nos torna pequenos, mesquinhos, incapazes de reconhecer que alguém que pode parecer (ou ser) ‘mais’ em algum momento.  A inveja cega – e mata. E é tão difícil livrar-se dela.

Aceitação incondicional é coisa para quem confia em si mesmo, mas nem sempre estamos seguros ou bem-resolvidos. (Já notou que ninguém pode melhorar sem levantar suspeitas?)

Ter como amigo quem consideramos ‘menos’ é mais confortável. Menos bonita, menos rica, menos educada, menos estudiosa, menos brilhante, e que preenche a nossa solidão na medida certa, ou seja, ‘menos’. Ela (ou ele) não incomoda.

Olhar de igual para igual, perceber que a garota sem graça se tornou um mulherão e continua sendo amiga leal; que o outro passou naquele concurso de primeira e continua um bom-companheiro… Isso não é para qualquer um não, baby!

Há que se ter tutano, autoconfiança, acreditar nos sonhos que sobreviveram e esquecer os impossíveis.

Ou vai continuar se roendo, cada vez que achar que ela, a “oportunista”, roubou alguns dos seus flashes?

No mais, além de livrar da inveja, tente manter distância dos invejosos. Por mais que você nem esteja “se achando”, lembre que o invejoso não quer o que você tem – ou é. Ele não quer que você tenha – ou seja. Simples assim.

Isola, pé de pato e… Bom dia!

Anúncios

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s

%d blogueiros gostam disto: