Belas, recatadas e do lar (ou nem tanto)

 

A matéria sobre a nova primeira dama deixou dúvidas se era definição, elogio ou piada. Ou tudo isso, a gente adora criticar!

Em tempos em que se espera que machismo seja considerado crime e que a humanidade se posiciona contra sociedades que permitem que a mulher seja discriminada, não sei se era para rir ou chorar.

Todas nós sabemos como é desvalorizada a função de quem, por circunstância ou opção, não trabalha “fora”. Nesse “emprego” não ganhamos salário, não temos folgas e nem sempre somos reconhecidas.

Depois de décadas de pouco caso,  ser “do lar” virou condição elogiável? Não se engane, querida, as razões (questionáveis) foram outras. Quantas (além das teúdas e manteúdas que proliferam no planalto) podem optar por não encarar outra jornada? Gente comum (como eu e você) certamente não tem escolha. Marcela não é uma coisa nem outra, talvez seja mesmo apenas uma garota à moda antiga. Seria mais ou menos a mesma coisa se Kate Midelton tivesse casado com Charles. (Que parece muito mais velho que Temer, mas é sete anos mais novo!)

As redes sociais reverberaram o tema, com fotos eventualmente inspiradas ou em pura gozação. Surgiram imagens da (ex?) jornalista Cláudia Cruz, a esposa improvável de Eduardo Cunha, com “bela, remunerada em dolar” na legenda. Brasileiro não perde o bom humor, mesmo sendo roubado, que coisa. (Fico me perguntando quando é que, finalmente, estenderão as punições às esposas desses bandidos, que conheciam a origem da fortuna que torravam animadamente, sem crises de consciência. Mulher de bandido é bandida. Ponto.)

A pastora Elisete Malafaia publicou sua imagem envergando avental ao lado do fogão, convocando mulheres a postar fotos lavando as louças para “mostrar que têm família e se orgulham de cuidar do lar”. Que vergonha, madame! Primeiro, é nisso que dá mulher de pastor virar pastora, como se igreja fosse patrimônio conjugal, ou como se essa vocação pudesse ser “adquirida” do cônjuge. (Sabemos que não é.) Segundo, parece que a senhora não entendeu nada, “nadica” mesmo. Que papo mais antigo é esse, pastora? Postar sua indignação por conta das aproveitadoras que orbitam em torno de corruptos em geral – políticos e pastores, dentre outros – não lhe passou pela cabecinha?  Seu marido deve ter-lhe passado um pito, bem no feitio do casamento que a senhora faz apologia. Volta para o tanque, Elizete!

Mulheres “do lar” merecem reconhecimento e, acima de tudo, respeito. É essencial, entretanto, salientar que as demais também zelam pela família, inclusive pelo arroz com feijão de cada dia. Mas isso é coisa com que Dona Elizete não se preocupa. É por essas que muita gente garante que as mulheres são suas maiores inimigas.

A matéria sobre os atributos de Marcela Temer revela facetas do seu casamento incomum não só pelos quarenta e três anos de diferença do Presidente Temer. Ela é tão “discreta” que nem para seu próprio perfil deu qualquer declaração. A ex-miss Paulínia foi ao primeiro encontro acompanhada por mamãe (mais jovem que o genro). Mais recatada, impossível.

Marcela empresta jovialidade e complementa a elegância do marido.  Depois de uma primeira dama sem modos e sem noção, depois de uma presidenta que dispensa comentários e de outra “ex-miss” que postou fotos no melhor estilo “periguete” ao lado do marido ministro do Turismo de Dilma (por quinze dias!) com cara de você sabe o quê, pelo menos a postura do casal é um alento.

Suzanna Vieira, que sempre nos redime nessas ousadas uniões, perdeu por pouco para o charmoso Presidente Temer. Seu marido mais recente era mais jovem apenas quarenta e dois anos!

Ah, essa mulheres… Tão parecidas com seus homens, cada qual com seu cada qual.

Entre outras coisas mais importantes, resta-nos torcer para que o novo (?) governo seja um tanto mais “adequado”. Pior, Miss Bumbum Estados Unidos – ou a ex-quase-primeira-dama-do-turismo – nos deixou a certeza que será impossível. O Camaroti (Globo News) está exausto, ô gente que dá trabalho!

 

 

 

 

Anúncios

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s

%d blogueiros gostam disto: